Termoplásticos vs Termofixos: Entenda as 3 principais diferenças!

Popularmente existe o hábito de nomear de “plástico” todos os materiais compostos por polímeros. Porém nem todos os polímeros podem ser chamados assim. Entenda a diferença entre  termoplásticos e termofixos.

A classificação de materiais poliméricos entre Termoplásticos e Termofixos é uma das mais comuns na ciência dos polímeros. Essa divisão aparentemente simples, nos diz muito sobre a estrutura molecular do material em questão e sobre o seu comportamento térmico. Além disso, o que torna um material polimérico reciclável está diretamente relacionado com essas duas definições.

Qual a principal diferença entre termoplásticos e termofixos?

1. A estrutura química

Em relação a estrutura química, os polímeros classificados como termoplásticos são aqueles que contém em sua estrutura apenas ligações secundárias fracas, unindo as cadeias poliméricas umas com as outras. Um exemplo desse tipo de ligações que ocorrem nessas estruturas são as Forças de Van der Waals.

Já os polímeros classificados como termofixos, por outro lado, contém ligações primárias fortes entre suas cadeias. Dessa forma, entre suas cadeias há ligações com a mesma intensidade de força presente nas cadeias principais. Porém no caso das cadeias principais, essas ligações são responsáveis por unir os meros e no caso das ligações secundárias, as mesmas tem a função de unir as cadeias entre si.

2. O comportamento térmico

Por conta da diferença entre as duas estruturas apresentadas acima, os polímeros termoplásticos no estado sólido, ao serem aquecidos a uma temperatura suficiente alta para vencer a energia dessas ligações, são capazes de se tornar líquidos viscosos, possibilitando a moldagem de uma gama enorme de peças e produtos com formatos variados. Ao serem resfriados novamente, as ligações secundárias se formam quando um certo nível de energia é atingido entre as cadeias e os termoplásticos voltam a ser sólidos. Esse processo de aquecer, moldar e resfriar pode ser repetido infinitas vezes.

Já no caso dos polímeros conhecidos como termofixos, cuja a estrutura também já foi detalhada acima, não são capazes de serem conformados novamente a partir de um novo aquecimento. Isso ocorre porque após serem moldados pela primeira vez no formato de um produto, não podem ser conformados novamente a partir de um novo aquecimento, pois os mesmos contem com ligações primárias fortes entre suas cadeias, impossibilitando tal processo.

Dessa forma, um novo aumento da temperatura é responsável por gerar a  quebra de todas as ligações primárias presentes, e isso é válido tanto para as que são responsáveis por ligar as cadeias entre si (intermoleculares) quanto as que tem como finalidade ligar os meros para formar as cadeias (intermoleculares). porém tais ligações primárias não se formam novamente, tornando impossível uma remodelagem nesse tipo de material.

Você sabe o que é um polímero? Confira em: https://afinkopolimeros.com.br/o-que-sao-polimeros/

 

Imagem de termoplasticos e termofixos

Imagem: diferente tipos de polímeros.

3. A reciclagem

Dentre os polímeros comerciais mais utilizados no mundo, a grande maioria pode ser submetida ao processo de reciclagem tradicional, onde ocorrerá um novo aquecimento a fim de possibilitar o processamento e moldagem desses materiais. Logo, de acordo com as definições e diferenças entre termoplástico e termofixos, podemos concluir que apenas os polímeros termoplásticos podem passar pelo processo tradicional de reciclagem. Já os polímeros termofixos não podem ser reciclados por processos tradicionais pois um novo aquecimento ocasionaria apenas a degradação do material não possibilitando sua remodelagem.

Com isso, uma alternativa sustentável e economicamente viável para produtos de polímeros termofixos é o reuso, através da incorporação dos mesmos a outros materiais, já que um reprocessamento através da reciclagem tradicional é um processo inviável para essa classe de materiais poliméricos.

A Afinko Soluções em Polímeros realiza diversos ensaios destinados a polímeros termoplástico e termofixos. Caso tenha interesse entre em contato conosco através do e-mail: contato@afinkopolímeros.com.br ou pelo telefone: (16) 3307-8362.

Gostou da matéria?

Confira muitas outras: https://afinkopolimeros.com.br/blog

Siga a gente nas redes sociais: https://www.facebook.com/afinkopolimeros

1 responder

Trackbacks & Pingbacks

Os comentários estão fechados.