Latex sendo colhido

O que são borrachas?! São polímeros também?

São Paulo é o maior produtor de Borracha Natural do país.

Segundo a APABOR (Associação Paulista de Produtores e Beneficiadores de Borracha), o Brasil é considerado hoje como o maior produtor de borracha natural da América Latina. Foram produzidos, em 2017, mais de 180 mil toneladas de borracha natural. A borracha pode ser encontrada em pneus, chinelos, revestimentos de pisos, bexigas, dentre outros. Ainda em 2017, esse mercado movimentou R$590 milhões só no estado de São Paulo, que detém 58% do volume nacional.

Mas o que é a borracha?

O termo borracha é comumente utilizado como sinônimo de elastômero. Estes, por sua vez, são materiais poliméricos amorfos que apresentam propriedades elásticas à temperatura ambiente, que são obtidas após a reticulação (que basicamente é um processo que ocorre quando cadeias poliméricas são interligadas por ligações covalentes). Possui uma grande resistência à ruptura suportando grandes deformações. Além disso, são duros e frágeis à baixas temperaturas devido sua Tg ser baixa (em geral, abaixo de -40°C).

A propriedade mais interessante dos elastômeros é o comportamento elástico após deformação em compressão ou tração. É possível, por exemplo, esticar um elastômero até dez vezes o seu comprimento inicial, e após remoção da tensão aplicada, observar que ele voltará à forma e comprimento originais.

Detalhe das cadeias relaxadas e depois esticadas com aplicação de tensão na borracha.

Figura: Detalhe das cadeias relaxadas e depois esticadas com aplicação de tensão

Características comuns em borrachas

Existem diversos tipos de borrachas como: Borracha Natural (NR), Borracha Etileno-Propileno-Dieno (EPDM), Borracha Nitrílica (NBR), etc. Entretanto, elas possuem algumas características em comum:

  • Possuem cadeias moleculares longas;
  • São capazes de formar estruturas reticuladas tridimensionais, para que não haja movimentação livre e independente, melhorando a resistência à tração e a elasticidade.
  • As moléculas assumem alguma conformação estatisticamente ordenada quando são sujeitas a tensões de tração ou compressão. Quando essa tensão é removida, elas retomam a sua conformação aleatória.
  • São predominantemente amorfa à temperatura ambiente, para que a flexibilidade da cadeia não seja inibida pela cristalização. Isto remete à temperatura de transição vítrea, Tg, deve ser inferior a -40°C;
  • Possuem uma distribuição do peso molecular larga, para que possam ser processadas utilizando as máquinas convencionais.

Estas são algumas, porém existem mais.

O mundo dos elastômeros é muito vasto e interessante.
Em breve falaremos o por quê que materiais de borracha, como elásticos de dinheiro, ficam grudentos ou quebradiços. Fique atento ao nosso blog ou às nossas redes sociais.

Possui algum material de borracha e gostaria de testá-lo?
Entre em contato conosco para que possamos ajudar.

Gostou da matéria? Acesse o nosso blog e confira muitas outras!


Nós recomendamos:

HOFMANN W. – Rubber Technology Handbook.

BARLOW, FRED W. – Rubber Compounding – Principles, Methods and Technics.

Rubberpedia

2 respostas

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] O que são borrachas?! São polímeros também?14 de setembro de 2018 – 3:11 pm […]

  2. […] nosso último texto (O que são borrachas?) nós explicamos um conceito mais geral sobre […]

Os comentários estão fechados.